Num cenário assustador Grosjean sobrevive à acidente e Hamilton vence Gp do Bahrein

Foi realizada neste final de semana mais uma etapa do mundial de fórmula 1 com o Gp do Bahrein. É conhecido por ser um dos autódromos mais modernos atualmente, com longas retas, 15 curvas e grandes áreas de escape. Tem 5.412 metros e licença grau 1 da FIA ( Federação Internacional de automobilismo ) .

Foi projetado e desenhado pelo arquiteto alemão Herman Tilke praticamente no meio do deserto. Tecnicamente é um circuito difícil com longas retas seguidas de fortes travadas. A pole foi de Lewis Hamilton com 1:27:264 . Uma corrida de 57 voltas disputada num asfalto abrasivo. Logo na largada Hamilton pulou na frente trazendo na alça de mira Verstappen da Red Bull e Perez da Racing point.

Valtteri Bottas da Mercedes fez uma péssima largada. Na primeira volta o safety car foi acionado e a direção da prova indicou bandeira vermelha interrompendo a corrida. No pelotão de trás Roman Grosjean no toque com Daniel Kyat bateu forte no guarda rail numa pancada frontal de 53 G .

O carro partiu ao meio vindo em seguida à explosão do tanque de combustível. Uma imagem assustadora pouco vista na fórmula 1 nós tempos atuais. Felizmente o piloto sobreviveu saindo do carro em meio às chamas sendo logo socorrido pela equipe de resgate. Grosjean foi levado ao hospital e segundo a equipe Haas ele sofreu queimaduras leves na mão, tornozelo além de ter uma costela trincada.

Os especialistas e projetistas da fórmula 1 comentaram que o “Halo”, proteção que envolve o piloto foi fundamental para sua sobrevivência, além do macacão e acessórios anti chamas por 30 segundos. Provavelmente o piloto não deve correr os dois próximos gps o que abre uma possível participação do brasileiro Pietro Fittipaldi na Haas

. A corrida ficou interrompida por mais de uma hora e na relargada Hamilton e Verstappen já disputavam a primeira curva. No pelotão intermediário outra confusão. Daniel Kyat e Lance Stroll se tocaram o que causou o capotamento do canadense da Racing point.

O piloto saiu ileso mas o Safety car foi acionado novamente. Na relargada Hamilton pulou à frente. Na corrida bons pegas movimentaram a corrida com Mc Laren/ Ferrari/ Renault/ AlphaTauri e Racing point. No Sprint final Verstappen chegou a ameaçar Hamilton fazendo o tempo de 1:33:085 mas o britânico tinha um carro bem acertado e equilibrado.

Num ritmo impressionante de corrida às Mc Laren voaram baixo chegando em quarto com Norris e quinto com Sainz . Faltando quatro voltas para o final da prova Sérgio Perez da Racing point teve um estouro do motor espalhando óleo pela pista

. O Safety car foi acionado e a corrida chegou ao seu final com bandeira amarela. O britânico Lewis Hamilton da Mercedes venceu com Verstappen e Albon ambos da Red Bull respectivamente em segundo e terceiro. Ágora à próxima corrida acontece no dia 6 de dezembro no Bahrein pelo anel externo com o Gp de Sakhir .

Walter Westphal

Tagged

Deixe uma resposta