Valtteri Bottas da Mercedes voa baixo e vence Gp da Rússia

Foi realizada mais uma etapa do calendário mundial de fórmula 1 . A décima no autódromo de Sochi com o Gp da Rússia.

Um circuito fundado em 2014 tendo Lewis Hamilton como maior detentor de vitórias. Localizado na cidade Resort Sochi nas proximidades das montanhas do Cáucaso e do Mar Negro tem capacidade para 55 mil pessoas. Tem 5.852 metros com 18 curvas sendo 12 a direita e 6 para à esquerda permitindo velocidade de até 320 km/ h.

Uma corrida realizada sob forte calor com 53 voltas. A fornecedora de pneus Pirelli optou neste gp fornecer os modelos C 5 , C 4 e C 3 . Uma pista conhecida por colocar pouca pressão sobre os pneus , acabou exigindo mais que o normal. Com à pole de Lewis Hamilton e temperatura da pista em 41 graus , não foi uma corrida que o britânico esperava.

Poderia entrar hoje para à história da fórmula 1 igualando o número de vitórias do alemão Michael Schumacher , 91 , mas deve ficar para o próximo gp.

Logo na largada com a formação do grid Hamilton treinou largada em posicionamento errado da pista o que lhe custou 10 segundos de penalização. Cumpriu na 15 volta com a troca de pneus voltando em 11 lugar adotando a estratégia macios/ duros .

Uma largada que logo na primeira volta forçou a entrada do safety car na pancada de Sainz da Mc Laren e Stroll da Racing point . Durante à corrida à FIA ( Federação Internacional de automobilismo ) analisou a manobra de Hamilton e ainda o puniu com a perda de 2 pontos na super licença . Lembrando que o piloto ao atingir 10 pontos é suspenso por uma corrida . Um Gp que teve bons pegas entre eles Renault / Alfa Romeo , Ferrari / Renault e Mc Laren/ RBR e AlphaTauri .

O circuito proporcionou um bom acerto das equipes Haas , Mc Laren , Racing point e AlphaTauri andando no pelotão da frente e intermediário . Uma AlphaTauri que no final da prova com Pierry Gasly ainda fez um tempo muito bom em 1:37:231. A mesma equipe se posicionando bem no mundial de construtores em sétimo lugar . Entrando na reta final do ano de 2020 a dança dos pilotos já começou entre às equipes .

Sebastian Vettel da Ferrari já acertou sua ida para à Racing point que vai se chamar Aston Martin . A Alfa Romeo abriu negociações para manter Kimi Raikkonen por mais uma temporada . Pierry Gasly da AlphaTauri pode ser piloto da RBR e Sérgio Perez da Racing point abriu conversações entre a RBR e equipe Haas . Fica também a expectativa da entrada do brasileiro Pietro Fittipaldi na fórmula 1 pela equipe Haas.

E no sprint final do gp da Rússia o finlandês Valtteri Bottas da Mercedes fez a volta mais rápida com 1:37:030 além do ponto extra na corrida vencendo o gp . Sua estratégia , pneus médios/ duros . Na alça de mira em segundo ficou Max Verstappen da Red Bull com Lewis Hamilton da Mercedes em terceiro , Sérgio Perez da Racing point em quarto e Daniel Ricciardo da Renault em quinto.

Agora à fórmula 1 dá uma pausa de duas semanas e volta no dia 11 de outubro com o Gp da Alemanha . Enquanto isso às equipes Red Bull e Toro Rosso confirmaram que estenderam seus contratos com à Honda para 2021 . Com à decisão à empresa japonesa , uma das principais fornecedoras de motores para à categoria renovou seu vínculo por mais um ano com as duas equipes . A Honda vinha mantendo cautela nas negociações à espera dos primeiros esboços do regulamento técnico de 2021 .

Walter Westphal

Tagged

Deixe uma resposta