Na luta pelo Hexa Lewis Hamilton vence Gp da Bélgica

Foi realizada neste domingo a sétima etapa da fórmula 1 com o Gp da Bélgica no circuito de Spa Franckrochamps. Um circuito moderno com novo pit lane tendo 19 curvas na extensão de 7 kms. Tem uma das curvas mais famosas do calendário depois do S do Senna. É a famosa ” Eau Rouge ” feita com o pé embaixo e para os pilotos a mais traiçoeira e difícil do automobilismo.

Nos últimos dois anos a vitória coube a equipe Ferrari com Vettel em 2018 e Leclerc em 2019. Mas esse ano à história é bem diferente. Os carros sequer conseguem acompanhar o pelotão da frente. Na corrida temperatura da pista em 31 graus. Mais uma vez à pole foi de Lewis Hamilton com 1:41:252. Uma corrida de 44 voltas que teve uma largada excepcional de Charles Leclerc com sua Ferrari ultrapassando 5 carros, mas novamente a equipe mostrou um fraco desempenho durante à corrida.

A estratégia das equipes para à corrida foi de pneus de faixa amarela ( médios ) e faixa branca ( duros ) suportando 44 voltas. Um início de prova com bons pegas entre eles Perez/ Gasly e Norris no pelotão intermediário. Na volta de número 12 uma pancada forte entre Giovinazzi e Russel forçou a entrada do safety car. Na curva Double rush os dois pilotos se chocaram contra à mureta de proteção , felizmente apenas com danos materiais. A grata surpresa ficou por conta das equipes Renault e Alpha Tauri andando no pelotão da frente,tiveram um acerto de carro excepcional para essa pista. Já no Sprint final onde os pilotos suportaram 5.2 de força G lateral , Daniel Ricardo com a Renault fez a volta mais rápida com 1:47:483 conseguindo o ponto extra na pontuação e chegando em quarto lugar. Pierre Gasly da Alpha Tauri outra surpresa chegou em oitavo.

O britânico Lewis Hamilton venceu de ponta à ponta optando pela estratégia de pneus : médios/ duros. Agora tem 89 vitórias na carreira contra 91 do alemão Michael Schumacher. No final a classificação ficou assim : 1) Hamilton 2) Bottas 3) Verstappen 4) Ricardo 5) Ocon. A próxima corrida acontece no dia 6 na Itália com o Gp de Monza. E está aberta a temporada de assinaturas para o Pacto da Concórdia que passa a valer a partir da temporada 2021 até 2025. Após Mc Laren e Ferrari anunciarem as assinaturas , agora foi a Williams e garantir sequência na fórmula 1 por mais 5 anos.

É um documento que rege acordos comerciais e compromisso de todas as marcas com o mundial. Os novos regulamentos esportivos, técnicos e financeiros serão cruciais para criar uma plataforma mais uniforme para todas as equipes. Isto garante mais viabilidade e sustentabilidade da fórmula 1 a longo prazo. Walter Westphal

Deixe uma resposta