Fernanda Aniceto dá show de pilotagem na chuva

À liga desportiva de Automobilismo realizou mais uma etapa da F 1600. Num treino e corrida de muita chuva , Fernanda classificou em oitavo. Fez o tempo de 2:04:930. Na primeira bateria um ajuste do setup para chuva chegou em sexto. Na segunda bateria com ajuste do setup para seco, mas uma pista muito escorregadia chegou em quinto.

Fernanda Aniceto pilota na chuva
Foto: Fernando Ferreira

O que chamou à atenção foi o show de pilotagem na chuva, numa situação atípica da pista para os pilotos. Na classificação geral Fernanda ocupa a terceira posição do campeonato com 34 pontos. Após a corrida Fernanda conversou com à nossa reportagem e disse que foi uma corrida muito difícil mas se saiu bem. E ainda brincou dizendo : ” O cockpit estava uma banheira ” . A próxima etapa acontece no fim do mês.

E esse final de semana teve a etapa da Porsche Carrera Cup. Na 4.0 Luca Seripieri foi o pole. Numa pista muito molhada às equipes se valeram muito da telemetria para conseguirem o melhor acerto do carro. Todas as equipes trabalharam a Asa dos carros além das barras estabilizadoras para a melhor regulagem e o acerto final dos Porsches. No final a vitoria ficou com Werner Neugebauer com Miguel Paludo em segundo.

Na outra corrida à vitoria foi de Pedro Aguiar com o líder do campeonato Miguel Paludo em quinto. Na GT 3 3.8 à pole foi de Marco Billi. Nesta quinta etapa os pilotos enfrentaram uma temperatura na pista de 45 graus em Goiânia. Num sprint final uma chegada sensacional entre Nelson Marcondes e Urubatan Júnior. No famoso X de corrida, Urubatan ultrapassou Nelson vencendo a corrida. Agora Nelson Marcondes lidera o campeonato com 156 pontos. A próxima etapa acontece no dia 24 com a Endurance de longa duração.

Outra categoria emocionante nesse final de semana foi a stock car. Pela sétima etapa a corrida foi realizada no autódromo de velocitta em Mogi Guaçu no interior de São Paulo. Uma pista que exigiu muito do acerto dos carros e preparo físico dos pilotos. Na primeira bateria a pole foi de Júlio Campos largando com pista seca em 30 minutos mais 1 volta. Os pilotos puderam usar 14 push ou botão de ultrapassagem.

Foi uma corrida muito disputada e no final Júlio Campos venceu trazendo na alça de mira Gabriel Casagrande em segundo que chegou a tirar 4 décimos na parcial. Numa pausa de 10 minutos os pilotos partiram para segunda bateria com grid invertido. A pole ficou com Diego Nunes. Estava largando com tanque cheio, com direito ainda a 8 push e tendo um carro bem equilibrado.

Uma corrida de bons pegas e que no final teve a vitória de Diego Nunes trazendo no encalço o argentino Thiago Rossi em segundo e Ricardo Maurício em terceiro a 2 centésimos do argentino. Agora à stock dá uma pausa e volta no dia 8 de novembro em Curitiba. Walter Westphal

Deixe uma resposta